COSTELA DE ADÃO

Sempre que vejo uma fotografia de uma casa super bem produzida, penso sempre quanto tempo é que terão perdido nessa mesma produção. Sim, não se deixem enganar  – nenhuma casa é tal e qual aquilo que vemos nas fotos! Falo por experiência própria… já passei muuuuuitas horas da minha vida a “esvaziar” espaços, para depois os fotografar. Há que esconder muita coisa – livros feios, molduras com fotografias pessoais, bibelots estranhíssimos, etc… – e normalmente é mais o tempo que passamos a produzir uma casa do que propriamente a fotografá-la! Ah…  e não se esqueçam que no final temos de repôr tudo no lugar exato onde estava, o que torna todo este processo muito mais cansativo e demorado!

Uma boa produção fotográfica envolve sempre a colocação estratégica de um bom vaso com flores e plantas. São elas que dão o apontamento natural e tornam os espaços mais vividos, mais aconchegantes e convidativos. Há uma planta em particular que nunca falha nas produções em que já participei – a Costela de Adão – e é exatamente sobre ela que vos venho falar hoje!

A Costela-de-Adão é uma planta da família das Aráceas (a mesma dos Antúrios) e caracteriza-se pela sua folha verde escura, de tamanho grande e em forma de coração. É dividida ao meio e apresenta uns furos e recortes de grandes dimensões, o que lhe confere uma presença visual muito bonita e interessante. Talvez seja por isso que é uma das plantas mais utilizadas em decoração!

Uma simples folha basta para dar vida ao mais monocromático dos espaços! ADORO! E vocês?

macadeadao2

macadeadao1

macadeadao3

macadeadao4

Save

Save

Save

1 Comment
  • Anónimo

    26/09/2016 at 6:16 pm Responder

    Costela de Adão ou Monstera 😉

Post a Comment